Neuroses e Psicoses Também São Manifestações Demoníacas

Uma fatídica ideia que tem sido cometida, é a crença de cientistas e religiosos que alguma manifestação estranha no ser humano pode ser totalmente orgânica, e uma vez ou outra, até demoníaca – segundo a observação de Malachi Martin, o qual, em seu livro Reféns do Diabo, na página 19, traz a opinião de Henri Geslaud, exorcista francês, que de 2.000 consultas, «houve apenas 4 casos de possessão demoníaca», e T.K. Osterreich, que a «possessão é um fenômeno extremamente comum, cujos casos abundam na história da religião» – para não dizer que cientistas e até religiosos, hoje em dia, procuram trazer o pensamento de que se trata simplesmente de acontecimentos tratáveis por meios medicinais, trazendo grande ajuda aos espíritos malignos, para agirem com imensa liberdade, em seus afazeres espúrios.

Esse conceito moderno que diz onde pode haver demônios, ou onde se trata de uma simples doença, é totalmente errôneo, pois todo ser humano carrega os mais variados sintomas físicos e também espirituais – por exemplo: fedores, telepatias, pele inteiramente lisa, deformação do rosto ou no próprio físico, levitação, movimento dos móveis e portas, dilaceração dos tecidos, ruídos, percepção de vozes, chamados, visões – posso dizer que todos nós temos alguns poderes de caráter fisiológico e psicológico, ou melhor, orgânicos e espirituais (bons e demoníacos). Essa ideia, geralmente de parapsicólogos e cientistas, que haja determinados sintomas, que determinem indicar, se um fenômeno é só fisiológico ou demoníaco é falsa, eles existem conjuntamente.

Um fator muito importante a ser considerado, é a questão que o ser humano faz pelo demônio, motivo pelo qual o indivíduo odeia qualquer pessoa, exorcista, ou não, que se oponha a sua escolha demoníaca – é por essa causa que existe o perigo, nos indivíduos que desejam ajudar, de receberem ataques de objetos caseiros, e até calúnias na vida social, promovidos pelos endemoniados.

– Dr. Keppe, sofro contínuos ataques em meu trabalho.

– Quem ataca o sr.?

– Meus colegas de trabalho, que ouvem calúnias de uma parente doente.

O leitor poderá observar que uma pessoa intrigante, geralmente é dominada por maus espíritos – vamos dizer que a conduta de intriga caracteriza a principal arma dos malignos, para criar todas as confusões em qualquer ambiente.

Não pode haver estudo algum, em qualquer campo, em que não entrem em baila as questões demoníacas, que constituem elemento fundamental de sua existência, e não dependendo de seu conhecimento para existirem, conforme imaginou George Berkeley, ao rejeitar a via da razão (Filosofia Aristotélico – Tomista), para desenvolver a emoção patológica, eivada de soberba e inveja na Filosofia Moderna – não podemos esquecer que ele só admitia a existência de algo conhecido.

Essa orientação redundou no delírio cartesiano, quando afirmou «Duvido, logo existo», colocando a humanidade sob o domínio da psicopatologia (O Reino do Homem, Vol. II, pág. 192-193 , 183 – 184).

A consciência fundamental para o ser humano é a da existência dos demônios, que estão ao seu redor, procurando devorá-lo, como falou Pedro em sua Primeira Epístola (1 Pedro 5:8), na página 1.460, pois se não houver esse conhecimento, mais de metade da própria vida não será manejada, não só em cada indivíduo, como também em toda a sociedade.

O uso do batismo tem a função de impedir a entrada dos espíritos malignos, em cada indivíduo – mas, como ele é obrigado a viver em uma sociedade demoníaca, pouco a pouco, irá se tornando maligno também – é por esse motivo que o encanto e formosura da infância, e parte da adolescência, vai perdendo todo o seu brilho, a ponto de não se reconhecer, na fotografia de um adulto, o encanto que havia em seu tempo infantil e adolescente

Norberto R. Keppe* Artigo do livro, no prelo, Psicoterapia e Exorcismo.

Norberto Keppe é psicanalista, filósofo e pesquisador independente da física, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica (Psicanálise Integral), com 39 livros publicados.

O Reino do Homem

 

Jornal STOP a Destruição do Mundo Nº 93

Neuroses e Psicoses Também São Manifestações Demoníacas

NOVO LIVRO: Como Preservar os Dentes Naturais

Afinal, Como É Mesmo a Mulher?

Aprenda Línguas Fazendo Psicoterapia

Post source : Norberto R. Keppe* Artigo do livro, no prelo, Psicoterapia e Exorcismo.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *